Atualizado em: 6 de maio de 2022 às 12:02h
Encontre o que você precisa aqui:

Com alta em casos de Covid-19, Alhandra publica novo decreto restritivo

Início Com alta em casos de Covid-19, Alhandra publica novo decreto restritivo

Diante de novos casos de notificações positivas pelo coronavírus, nos últimos dias em Alhandra, um novo decreto foi publicado nesta quarta-feira(26) pela Prefeitura. A medida visa conter o avanço de novos números de pessoas com o vírus em nosso município. Estima-se que mais de 50% das pessoas que realizaram o teste para detecção da Covid-19, em Alhandra, estão com o vírus.

 

Novo decreto

Entre as principais mudanças, está a quantidade de pessoas que podem permanecer em bares, lanchonetes, restaurantes e lojas de conveniência, que não podem ultrapassar a capacidade máxima de 80% do local. 

 

As lanchonetes e estabelecimentos similares que funcionem no interior de shoppings centers e centros comerciais também poderão funcionar, mas obedecendo a ocupação de 80% da capacidade do local e terão que exigir a apresentação do comprovante de vacinação antes de efetuar a venda de qualquer produto. 

 

Também orienta, o órgão responsável pelas feiras livres, ampliar as áreas destinadas a elas, possibilitando o maior distanciamento entre as bancas e ampliação dos corredores de circulação de pessoas.

 

A partir desta quinta-feira(26) ao dia 31, período de validade do decreto, a construção civil poderá funcionar das 07h às 17h, sem aglomeração de pessoas nas suas dependências e observando todas as normas de distanciamento social e os protocolos específicos do setor.

 

Neste mesmo período poderão funcionar também, observando todos os protocolos elaborados pela Secretaria Estadual de Saúde e Portaria da Secretaria Municipal de Saúde, as seguintes atividades com apresentação prévia do comprovante de vacinação de todos os clientes, empregados e colaboradores; salões de beleza, barbearias e demais estabelecimentos de serviços pessoais, atendendo exclusivamente por agendamento prévio e sem aglomeração de pessoas nas suas dependências, observando todas as normas de distanciamento social ; academias, com 50% da capacidade; escolinhas de esporte; instalações de acolhimento de crianças, como creches e similares; hotéis, pousadas e similares; construção civil; call centers, observadas as disposições constantes nos decretos anteriores; indústria. 

 

As missas, cultos e quaisquer cerimônias religiosas presenciais podem ocorrer com ocupação de 80% da capacidade do local, mediante apresentação prévia do comprovante de vacinação de todos os frequentadores, empregados e colaboradores.

 

Até o dia 31 de janeiro estão suspensas as atividades presenciais nos órgãos e entidades vinculadas ao Poder Executivo Municipal e caso haja necessidade de ingresso nos órgãos exige-se apresentação prévia do comprovante de vacinação. Esta medida não se aplica às Secretarias de Saúde, Setor de licitação, Serviços Urbanos, Secretaria de Ação Social, Cidadania e Habitação, Agricultura, SMTrans e Guarda Municipal. 

 

Portarias das secretarias municipais estabelecerão normas complementares específicas, necessárias ao implemento das medidas estabelecidas no decreto. A medida que se refere a suspensão das atividades não inclui as atividades que não podem ser executadas de forma remota (home office), cuja definição ficará a cargo dos secretários e gestores dos órgãos municipais.

 

Os servidores que já tomaram a segunda dose ou dose única da vacina poderão ser convocados para retornar ao trabalho presencial, a critério dos secretários e gestores dos órgãos municipais, devendo apresentar seus comprovantes de vacinação. 

 

Para evitar aglomerações o decreto proíbe eventos sociais ou corporativos, de forma presencial no município de Alhandra, tais como festas, paredões de som, shows, espaços de dança, praças, parques, jogos de futebol, casa noturna e congêneres, torneios, campeonatos, conferências, convenções, vaquejadas, bolões de vaquejadas, cavalgadas, carreatas, funcionamento de balneários, clubes sociais e áreas de banho e recreativas, parques de diversão, trenzinhos e similares , etc., enquanto durar o decreto.

 

Já os serviços prestados por meio de Vans, transporte coletivos e similares, estes deverão limitar o seu fluxo a 80% de sua capacidade. Em todo o município continua sendo obrigatório o uso de máscaras, inclusive por pessoas que estejam em circulação nas vias públicas no município.  

 

Confira o documento por completo:

Loader Loading...
EAD Logo Taking too long?

Reload Reload document
| Open Open in new tab

Baixar

fonte: Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Alhandra

texto: Wagner Mariano

foto: reprodução

27/01/2022

Compartilhar

Notícias Relacionadas

Ao continuar navegando no nosso portal, você concorda com a nossa Política de Privacidade. Para ter mais informações, acesse nossa página de Política de Privacidade

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support